Transtornos alimentares são doenças que se manifestam pelas mudanças do comportamento alimentar. A pessoa tem uma preocupação exagerada quanto a sua imagem corporal (peso e forma do corpo). Não há uma causa definida, mas muitas vezes o início pode acontecer por um evento importante da vida que leva a dietas extremas.

Existem três tipos: anorexia nervosa, bulimia nervosa e transtorno alimentar não especificado.

Anorexia nervosa: a pessoa diminui o consumo de alimentos para a perda de peso. No entanto, apesar da perda progressiva de peso, acredita que ainda está acima do peso ou tem a imagem distorcida do corpo (acha as partes do corpo maiores do que realmente são). Tende ao jejum, dietas restritivas, uso de medicamentos, indução de vomito, excesso de atividade física.

Bulimia nervosa: a pessoa geralmente está com o peso normal, mas está insatisfeita com o corpo, o que a leva a uma dieta radical. Faz jejuns prolongados, e na hora de comer, perde o controle e come exageradamente durante um curto período de tempo. O exagero leva ao sentimento de culpa, e usa como alternativa o uso de medicamentos ou vomita para tentar perder o peso.

Transtorno alimentar não especificado: a pessoa apresentam alguns sintomas de anorexia nervosa ou bulimia nervosa.

Esses transtornos são perigosos, podem colocar em risco a vida da pessoa. Os tratamentos são complexos e envolvem uma equipe multidisciplinar com médicos, nutricionista e psicólogo.

 

 

Fonte: Daqui Dali