Mais uma dieta “milagrosa”… Agora com essa fruta linda e gostosa

Conhece a dieta do abacaxi? A gente explica. A ideia por trás do regime consiste, basicamente, em fazer do abacaxi sua principal opção alimentícia em todas as refeições, durante dois ou três dias por semana. Ou seja, é abacaxi no café da manhã, como aperitivo, no almoço, na ceia… detalhe, ele deve sempre vir acompanhado de alimentos protéicos, como peixes, ovos e frango, por exemplo.

Mas será que essa dieta garante a perda de peso de maneira saudável? Antes de investir na fruta, preste atenção. O abacaxi tem pouquíssimas calorias e, consequentemente, faria o corpo eliminar as gordurinhas indesejadas rapidamente. Contudo, adotando a dieta a longo prazo, o organismo estaria sujeito a carências graves de nutrientes. Ou seja, todas as dietas baseadas num único alimento não propagam uma alimentação equilibrada e, por isso, não costumam contar com o apoio de nutricionistas.

Como é a dieta do abacaxi?

Antes de mais nada, vamos aos benefícios do abacaxi: ele é rico em fibras, hidratos de carbono e vitamina C. Sacia bastante, é diurético e ainda ajuda na digestão. Por si só, a fruta é bastante saudável. Mas uma dieta baseada apenas nela pode ser seguida sem que haja prejuízos? Foco no cardápio a seguir:

▸ Café da manhã: algumas fatias de abacaxi, com 40 ou 50 gramas de torrada.
▸ Lanche da manhã: suco de abacaxi, preferencialmente caseiro.
▸ Almoço: peito de frango grelhado com duas fatias de abacaxi.
▸ Lanche da tarde: um iogurte de abacaxi desnatado
▸Jantar: sopa de verduras (cenoura, alho-poró e aspargos) ou salada de alface, abacaxi e frango em cubos. Para sobremesa, duas fatias de abacaxi.

Repita essa rotina alimentar por dois ou três dias na semana. Nos outros, tente manter uma dieta equilibrada. O corpo vai perder peso – e massa muscular também.

Quais são os riscos da dieta do abacaxi?

O peso pode ser eliminado de forma rápida, mas assim que o período da dieta acaba, o mais provável é que a pessoa engorde tudo novamente. Além do mais, dietas extremas, como essa, confundem bastante o cérebro e causam danos ao organismo, como a carência de nutrientes essenciais para o seu pleno funcionamento.

A nutricionista Roseli Ueno Ninomiya (SP) alerta que, mesmo o abacaxi sendo rico em vitamina C e bromeína (enzima digestiva), comê-lo em excesso pode dar azia e aumentar a sensibilidade do estômago. “Tomar somente suco de abacaxi garante a hidratação, mas não a necessidade nutricional da pessoa para o dia. Há risco de desnutrição proteica. Deficiência de proteínas (perda de massa muscular), gorduras e carboidratos, além de vitaminas e minerais”.

O segredo aqui, como acontece com a maioria das dietas, é manter uma alimentação equilibrada, em que se coma o que tem vontade, mas sempre com moderação. Para isso, basta ingerir as quantidades apropriadas de cereais integrais, frutas, verduras, proteínas e gorduras boas.

Fonte: Tão feminino